Características do Yorkie

20 ago
 
 
 

Aparência Geral:

– Possuem pelagem longa de cor  azul aço que se divide ao meio e vai até os pés. Boa parte do padrão da raça diz respeito à qualidade, condição e apresentação da pelagem.

Estrutura compacta e proporcional. O peso máximo é 3,1 kg. DICA: Pese seu yorkie aos 3 meses de idade e dobre o peso dele: esse é o peso aproximado que ele terá quando adulto.

Comportamento bastante seguro de si. Como terriers que são, yorkies são bastante inteligentes e confiantes. Um sinal bem  evidente é quando vemos um yorkie se locomover em um espaço utilizando passinhos rápidos, com cauda e cabeça erguidas, cheio de autoconfiança.

Partes Específicas:

A cabeça do yorkie é pequena e levemente achatada no topo. O crânio não é muito redondo, e o focinho não é muito longo. Os dentes devem ser bons, e o cão não deve ter prognatismo ou retrognatismo ( mandíbula inferior pronunciada ou em posição mais posterior). O nariz é preto, os olhos são escuros, vívidos e inteligentes, as orelhas são pequenas, em formato de V , pontudas e eretas.

O corpo é proporcional e compacto e relativamente curto . As patas da frente são retas , já as patas traseiras são eretas quanto vistas por trás, a parte de cima da coxa é   levemente dobradas se vista  de lado . Os pés são redondos e as unhas pretas.

O rabinho  é cortado curto , e em pé é um pouco mais alto do que o nível do corpo. ( padrão americano) No Reino Unido ( e em muitos outros países, como falamos aqui) o corte do rabinho não é requerido nem recomendado.

Pelagem:

Para manter o padrão, a pelagem deve ser longa, como na figura abaixo.

Essa pelagem necessita de cuidados especiais, incluindo escovação diária com uma escova de cerdas metálicas sem pinos. Claro que se você não quiser tanto trabalho, pode manter a tosa filhote, mais fácil de cuidar. Assim como o cabelo humano, o pêlo do yorkie nunca pára de crescer. Se não for aparado, provavelmente ele irá crescer até o chão, quando irá se quebrar. Quem pretende levar a sério os cuidados com a pelagem, deve utilizar os papelotes .A textura dos pêlos deve ser sedosa e lisa.

Cores

Todos os filhotes nascem pretos, e a coloração muda conforme eles crescem. A cor ideal para yorkies adultos é o azul aço ( na verdade um cinza escuro, aço) , nada de prata, preto ou bronze misturados – e canela. A AKC também reconhece preto no lugar do azul, e dourado no lugar de canela. No fim das contas, seu yorkie pode ser qualquer dessas combinações:  azul e dourado, azul e canela, preto e dourado, e preto e canela.

As cores devem ainda estar nos locais apropriados, que são:

  • No corpo: azul -aço ou preto da parte de trás do pescoço até a ponta da cauda. 
  • Na cabeça: Canela ou dourado , com um tom mais vivo  nas orelhas e ao redor do focinho .
  • No peito e pernas: Canela ou dourado .

Adaptado daqui.

Anúncios

3 Respostas to “Características do Yorkie”

  1. Camilli Chamone 21/08/2010 às 8:20 am #

    Quando a Chris e mais dois criadores de york, amigos meus, me contam sobre as dificuldades da criação desses pequenos eu acho que criar frenchies é a coisa mais fácil do mundo!
    Como se não bastasse a cor, a textura do pelo também é importante. E, o mais incrível é que não há homogeinidade nas ninhadas!
    Meu Deus… isso enlouquece qualquer criador!
    É uma raça muito difícil de ser criada, entretanto é uma das que mais registra filhotes na CBKC.
    Infelizmente, está muito prostituída. Triste, né?:(

    Seu blog é super importante para prover boas informações aos futuros papais e mamães de yorks, para que não caiam nas mãos de fabricantes de filhotes.

    Beijos!

    • Bianca 21/08/2010 às 12:29 pm #

      Então, eu li em uma reportagem que há 10 anos atrás, a maioria dos yorkies que se viam por aí eram próximos ao padrão. Hoje, de cada 10 yorkies , apenas 1 esta dentro do padrão da raça. Eu mesma conheço pouquissimos que realmente parecem yorkie ; tem uns enormes, uns minúsculos, uns com a cara pontuda, uns pernudos, nossa !
      Lógico que todos são lindos e maravilhosos e fofos, mas muita gente paga caro por algo que nem é o que ela pensa que é né…fora os problemas da saude que sao muito mais graves do que a estética né? infelizmente tudo acaba vindo junto no pacote.

  2. Ai, ai … esses pequenos lindos, de temperamento forte e encantador…. São minha grande paixão! MAS …. como a Camilli disse, “ô raça difícil de se trabalhar”!

    Vamos lá … Quando a gente consegue um exemplar com a cor correta, a textura do pelo não é a melhor … ( não sei se você sabe, mas alguns criadores pintam seus cães que tem a pelagem clara antes de participarem de campeonatos! Ai você vê numa revista aquele cão maravilhoso, com pelo lisinho – que fez chapinha – e acredita que ele nasceu assim! rs …. Da mesma forma como acontece num concurso de Miss, tem muuuuita maquiagem e truques!) ; quando trabalhamos orelhas, pelo, peso, o cão não tem temperamento correto …. e quando a gente pensa que está tudo lindo e perfeito, aparece uma doença genética que está PRESENTE na raça como por exemplo Luxação de patela, Colapso de traquéia, etc …. E detalhe, você conhece os pais, avós, tios … estão todos com a saúde “em dia” … mas, aparece em algum filhote e você “pira”!

    Conclusão … criadores responsáveis, que estudam e trabalham em beneficio e melhoramento da raça estão sujeitos a “N” problemas … imagine só os cachorreiros e criadores de fundo de quintal …. Tipo aqueles que dividem o pagamento do filhote em 15 vezes no cartão, entregam em casa e ainda por cima com brinde! (E as pessoas compram ….. Falar o que???)

    Bjo,

    Chris

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: