O papel do criador na socialização do filhote

23 dez

http://images03.olx.com.br/ -> sem a mãe, sem os irmãos... dá para crescer bem ajustado assim?

 

Um dos motivos pelo qual falamos tanto em se escolher um criador responsável caso queira comprar um yorkie, é a socialização do animal.  Isso também inclui a escolha de um protetor  responsável caso você queira adotar um filhote .

Falei aqui porque é tão importante socializar um cão quando filhote. O detalhe é que quando o filhote estiver desmamado,  pronto para ser separado de sua mãe e ir para a sua casa, metade do caminho para o processo de socialização já terá se iniciado!  No momento em que o filhote estiver pronto para  ir para seu lar, entre seis e oito semanas, uma parte crucial do processo de socialização já terá passado.

Entra aí o criador/protetor, que têm a enorme responsabilidade de garantir que os filhotes sejam socializados durante o tempo em que permancem sob seus cuidados. Caso o filhote tenha ficado trancado sozinho numa gaiola até as 8 semanas ( ou mais, muito mais dependendo do caso), separado de seus irmãos e mãe com -30 dias de vida ou menos-( pet shops costumam fazer isso)  ele será um potencial canditato para  desenvolver problemas comportamentais no futuro.

Depois vão dizer que é a ” personalidade do animal” , ou “a raça” , o que na verdade foi irresponsabilidade daquele que deveria olhar pelo animal nos primeiros dias de vida.  É possível socializar um animal que perdeu essa fase , mas ele nunca chegará a alcançar todo o potencial que alcançaria se tivesse sido socializado desde cedo. Fiquem atentos!

%d blogueiros gostam disto: