Yorkie do dia: Flicka !

9 fev

Por Mayara Perlingeiro

Antes da Flicka entrar na minha vida, eu estava louca pra ter uma nova “filha”, já que há pouco tempo eu havia perdido dois cachorrinhos.

Eu já estava decidida que teria uma yorkie fêmea chamada Flicka que, em sueco, significa “menina bonita”. Eu estava procurando em vário canis (de confiança) mas tinha apenas macho, meu nome estava na espera de todos eles mas eu não me agüentava de ansiedade para ter minha nova filha.

Até que um dia, a veterinária que cuidou do meu outro cachorro até o último momento dele, me ligou falando que tinha filhotinhos de Lulu da Pomerânea esperando por novos donos e que uma, inclusive, era bem pequenininha e muito espoleta. Na mesma hora fui correndo até lá e quando olhei a pequenininha e espoleta que ela falou foi amor à primeira vista. Peguei ela no colo e ela ficou tão quietinha e tão aconchegada que eu pensei “não tem jeito, essa é a Flicka”. No dia seguinte fomos para sua nova casa, ela estava com exatos 60 dias. Ela era tão pequenina (pesada 800 gramas) e ocupava apenas metade da caminha, que já era a de menor tamanho.

Como o passar do tempo, a Flicka foi mostrando que era até mais do que espoleta, era um bebê alegre que só aprontava e fazia besteira, mas que era totalmente meiga, carinhosa e dengosa. Adora dar beijos e receber carinho. À noite, dorme na cama comigo e, de manhã, quando eu acordo, recebo muito beijos de bom dia.

Desde os primeiros dias dela aqui em casa, sempre dei muitos brinquedos pra ela roer, então móveis ruídos e sapatos destruídos nunca foram o problema. Entretanto, não podia ver nada dando sopa no chão, que ela comia. Foi aí que ela me deu seu primeiro susto. Quando ela estava com 5 meses, minha mãe tinha acabado de comprar uma bolsa nova e, sem querer e sem que nós víssemos, ela deixou cair aquele sache de sílica em gel, que algumas pessoas guardam pra não dar mofo (e que é tóxico). Algumas horas depois a Flicka gritava de dor, mal conseguia se mexer  e estava com as orelhinhas e o rabinho arriados, o que é totalmente atípico dela. Nós não fazíamos idéia do que podia ser, e liguei correndo pra veterinária que veio atender aqui em casa. Logo depois, achamos as bolinhas de sílica espalhadas no tapete, onde ela leva os brinquedos dela, com o papel do sache rasgado. A veterinária, então tentou forçar o vômito e tentou fazer o processo de desintoxicação, mas não adiantou. A Flicka foi medicada e só pudemos esperar que a dor passasse e que ela reagisse. A noite foi desesperadora, pois ela vomitou sem parar (até sangue ela vomitou) e custou a parar. A medicação só começou a fazer efeito no dia seguinte e foram mais três dias de apreensão até ela ficar fora de perigo. Foi um trauma!

Passado o susto, ela continuou crescendo forte, saudável e bagunceira.

A alegria dela contagia qualquer pessoa. Além dela ser extremamente protetora, carinhosa e dengosa.

Quando eu saio, ela precisa ficar no colo de alguém até eu sair, se não ela faz um escândalo. Daí veio o segundo (e espero que último) susto. Antes de eu sair de casa, deixei a Flicka no colo da empregada (ela estava com 10 meses). Quando ela foi colocá-la na caminha, a Flicka deu um pulo, caiu de mau jeito e fraturou completamente a patinha. Ela me ligou desesperada que a Flicka não parava de chorar e eu voltei pra casa na mesma hora. Foi uma correria pra levá-la na veterinária, depois levar pra tirar raio X, voltar pra veterinária e ela nos dizer que a Flickinha teria que operar urgentemente. A pressa foi tanta que a cirurgia foi no dia seguinte, mas o que mais nos preocupava era o pós-operatório. Flicka teria que ficar 10 dias com uma tala na patinha e depois mais 15 dias de repouso absoluto (como deixar em repouso absoluto uma cachorrinha que, a meu ver, é um pouco hiperativa?).

Ela ficou os 10 dias com a tala, mas alguns dias depois de tirar, reparamos que a patinha dela estava torta e ela continuava mancando mais do que devia. Descobrimos que foi o parafuso que soltou, já que ela teve que colocar uma placa na patinha. Então, mais uma cirurgia. Eu fiquei arrasada, porque aos 10 meses de idade o meu bebê já seria submetido à terceira cirurgia (já que ela castrou aos 6). Fiquei com medo de ser muito sofrimento, mas ao mesmo tempo eu não iria deixá-la mancando e com a patinha torta podendo ser corrigido o erro. Mas graças a Deus correu tudo bem, ela ficou mais 15 dias com a tala e depois mais 15 dias de repouso, supervisionada o tempo todo! Em menos de 20 dias após a cirurgia ela já não mancava mais e a patinha estava perfeita!

Um mês depois da recuperação, a Flickinha fez 1 aninho de vida e ganhou de presente da mamãe uma caminha nova e maior. Ela até cabia na outra, mas como ela gosta de dormir esparramada achei que ela fosse gostar mais de uma maior, apesar de só usá-la nos soninhos durante o dia.

Bom, é isso. A Flicka hoje está com 1 ano e 1 mês, LINDA e cheia de saúde. Ela transforma os meus dias com a sua alegria. É a minha filha e companheira, um presente de Deus que só me traz felicidade!

_____________________________________________________________________________________

Quer participar? Mande a sua história para pequenograndecao@hotmail.com com o tópico “Yorkie do Dia” , não esqueça de enviar fotos também !

5 Respostas to “Yorkie do dia: Flicka !”

  1. elaineduarte 09/02/2012 às 8:27 am #

    BEm linda parabéns….bjs

  2. Gigi, Lola e Lucy 09/02/2012 às 8:51 am #

    Oiiii…a Flicka é realmente uma fofa…eu Lola sou muito tranquila, agora a Lucy maninha é a espuleta da família como a Flicka é hiperativa!!!

    Lambeijokas em dose dupla

    Lola e Lucy

  3. Renata ~ Lizzie 09/02/2012 às 8:53 am #

    AIIIII que coisa mais FOFA, eu amei a história e posso dizer que foi muito parecida com a da minha York Lizzie!! Ela teve a patinha quebrada em um descuido e esta a um mes com a talinha, tem sido difícil para a recuperação pois a tala a machuca em alguns pontos, ela tem 6 meses, e é igual a sua! Come tudo o que ve no chão, hoje mesmo estava comendo uma pedra! O_O Mas mesmo correndo quando eu quero fazer carinho, achando que vai ser presa, é muito carinhosa quando de manhã, e quando esta cansadinha. AGRADECIMENTOS A MINHA MÃE, QUE TANTO AJUDOU NA SAÚDE E BEM ESTAR DA LIZZIE. ♥

  4. Simone 09/02/2012 às 11:57 am #

    Linda a Flicka!!!! Parabens!!!!!
    Tambem temos Vida nossa Yorkie de 7 meses, que para nos é como um presente de Deus!!!! ela é a filha que nao tivemos!!!! e foi um amor a primeira vista quando a pegamos com 3 meses…
    Beijao para Flicka!

  5. Mayara 14/02/2012 às 3:00 pm #

    Ahhh, minha Flickinha!
    Bianca, eu estava viajando eu só vi agora!
    Obrigada por ter postado!
    E obrigada pelos comentários, gente!
    Beijos!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: